sexta-feira, 24 de abril de 2009

Susan Boyle, a Cinderela Escocesa


Patinhos feios, Cinderelas e Fionas são temas constantemente traduzidos em atrações teatrais, filmes e novelas. Mas algumas vezes nos surpreendemos com a realidade imitando a ficção. No caso de Susan Boyle uma grata aparição.
Chegou de mansinho, respondeu tudo que lhe foi questionado e postou-se para dar seu recado. E surpreendentemente cantou de forma maravilhosa e inequívoca. Duzentos milhões de olhos e ouvidos atentos depois e ainda dá vontade de assistir novamente.
Quando surge nas telas alguma dessas novidades sempre fico com um pé atrás na expectativa de sua veracidade, mas passados alguns dias volto a rever e me encantar. Nada destoa, até a música falando dos sonhos veio a calhar. Quanto à beleza dela, é a parte mais simples de solução e logo ela poderá se apresentar como a mais linda das mulheres. O mais importante ela já possui, beleza interior e amor próprio, demonstrado pelo brilho intenso em seus olhos, somadas a algumas boas respostas.
Tenho uma plêiade de lindas meninas dos oito aos oitenta e oito anos que me são constante e feliz companhia e todas sem exceção têm sempre uma intensa preocupação em se mostrar bonita e estão em constantes retoques, quase sempre desnecessários, mas eu entendo perfeitamente esta ação.
Não tem como não admirar o que é belo – e eu gosto muito disso – mas o conjunto conta muito e quando encontramos uma Fiona dessas especiais, logo nossa mente a desvenda e a encaramos com olhos que as vêem no todo. E aplaudimos em pé, efusivamente.
Não perca a chance, está no YouTube, clic aqui e assista agora.

4 comentários:

Blog da Pri disse...

Desculpa escrever fora de contexto, mas quero saber se você pode autografar meu livro que comprei no site. Nos conhecemos da Globo, não sei se vai lembrar de mim, sou a filha do Theko.

Thaisa Lima disse...

Meu amigo Regis, quanto tempo nao passo aqui,como andam as coisas?

Blog da Pri disse...

Também quero ajudar na comunidade dos amigos, mas não sei como fazer, você pode me indicar aonde tem instruções para participar?

rouxinol de Bernardim disse...

Quem vê caras não vê corações nem gargantas...

As aparências, por vezes, iludem!