terça-feira, 3 de março de 2009

Ainda-Sem-Um-Nome!

Quando dou início na concepção de um novo livro, sempre coloco um apelido no projeto, ou seja, um nome provisório. Conquanto algumas vezes o rumo da história tomasse outros rumos em que o nome escolhido destoa, obrigando-me a rebatizá-lo.
Também há que se considerarem outras possibilidades nas quais temos uma história e as propostas de transformá-la em livros, peças teatrais ou novelas exigem nomes apropriados em cada segmento.
No mais recente, durante boa parte do tempo denominei como Romance! Até pensei em publicá-lo com esse nome, mas quando estava fechado e sendo preparado para registro eis que surge um filme com o mesmo nome pretendido, foi quando passei a me referir ao mesmo como Ainda-Sem-Um-Nome!
E assim foi pelo período de tempo necessário a cumprir as exigências do EDA/FBN.
Tudo pronto era preciso denominá-lo mesmo que provisoriamente, mas até o último instante tratamo-lo pelo apelido Ainda-Sem-Um-Nome!
E assim acabou sendo registrado como concebido e ficou Ainda Sem Um Nome!
Como nada nesta vida ocorre ao acaso, eis que uma de minhas colaboradoras achou coerente o nome com a história inserida nele e aos poucos todos conseguiram digerir tal nome, incluindo-me.
Apesar de que minha própria genitora considerou o episódio como falta de imaginação e ainda acrescentou: “Você poderia ter colocado um nome bem melhor!”
Não tenho costume de enviar meus livros para editoras, principalmente em arquivo digital, entretanto enviei o arquivo para leitura crítica e o profissional amigo de sempre, resolveu apresentar o mesmo numa editora de sua confiança e tanto o conteúdo como o nome agradou, para minha surpresa.
Assim sendo, caso eu o eleja, poderei ter um livro publicado... Ainda Sem Um Nome!
Talvez a surpresa possa ser maior ainda, principalmente para mim, mas prefiro ver acontecer antes de comentar o fato; Minha prudência não é criar expectativa e sim manter os pés no chão. Conquanto aqui seja meu canal oficial de informações, não se deixe levar por bocas de Matildes ou fofocas infundadas.

Regis Copperfield
www.regiscopperfield.com.br

2 comentários:

Joéliton disse...

Ola...Desde já, quero agradecer pela visita, muito obrigado.
É muito bom vc divulgar mesmo. Eu fico muito triste quando vejo o rostinho dessas crianças.

abraçao e até a próxima.

Regis Copperfield disse...

Toda pessoa que se lança pública assume deveres e obrigações para com a sociedade, parabéns Joéliton, pela iniciativa.
Vamos construir um mundo melhor aos nossos!
Quanto ajudar a solucionar graves problemas como este.

Abraços