segunda-feira, 8 de junho de 2009

Tudo está incluído em nosso DNA


Algumas vezes pensamos em desistir de tudo, jogar a toalha e ir pescar (só pensamento, jamais teria coragem de torturar os peixinhos), entretanto o que jamais passou pela minha mente é abandonar meu caminho, que nem árduo é.

Quem me conhece sabe dessa impossibilidade, porém esses boatos mexem comigo. E eu não consigo entender o porquê disso.

Está certo que sou seguidor da Dani Antunes, que me lembra no titulo de seu excelente blog onde sugere que (DES)GRAÇA POUCA É BOBAGEM!

E assim fico remoendo: Já não chegam problemas naturais ou do destino como preferem denominar alguns?

Passei maus bocados com recentes acontecimentos que ainda não saem da minha cabeça, como todos puderam acompanhar em meu blog, principalmente quanto ao trágico acidente no voo da Air France (Que estou aguardando uma lista oficial para completar) Incluindo também a invasão concomitante de meu blog em inglês e do meu Twitter.

Agora, dar cabo de minha própria vida chega a me irritar, e olha que sou calmo até demais.

Minha preocupação maior foi a minha querida mãezinha ser acordada com essa pergunta ao telefone, uma vez que ela é muito nervosa. Ou atrapalhar o divertimento do meu querido pai no Clube Fiscal, onde sempre encontra meus amigos blogueiros.

Com ajuda da minha fiel colaboradora e muitas ligações e mensagens depois, o estrago foi remendado, pois algumas pessoas exigiram meu relato de viva voz para acreditarem que continuo vivo e que nada houve de anormal comigo.

Melhor esfriar minha cabeça, assim resolvi assistir ao “Fantástico” depois de um longo dia de nada aproveitável. E eis que a primeira matéria que me chega indica que o número 7 não é auspicioso (tá na moda isso) Logo o 7 que é tão constante em minha vida. Apenas para ter uma ideia, o meu celular pessoal é formado por quatro números sete e quatro números zero, não nessa ordem. (não acredita? Liga-me, oras!) não se esqueça do código Brasil (5511). Estou brincando, você jamais iria conseguir encontrar a combinação, mesmo que tenha em mãos meu livro Memomax (hora jabá, dimdim é sempre bom, rs)

Voltando ao assunto... Não... Tá muito ruim, melhor parar... Já desabafei e tirei as dúvidas dos amigos e não usei palavras inadequadas até agora.

Jamais escrevi palavras ríspidas ou de baixo calão na rede, nem em meu cotidiano faço isso. Portanto ninguém acredita ao receber coisas assim vindas com meu nome. Só pode ser coisa errada.

Meus desabafos são escrevendo ou lendo, e agora ouvindo som. Também recomendado pela Dani em seu site. Vou invejar copiar a integração dessas músicas em meus blogs, principalmente as que me deixam mais nostálgico, músicas dos anos setenta. Que ao mesmo tempo me acalentam.

Apenas questão de DNA (data de nascimento avançada, rs).

E vocês ainda terão que me engolir (chega de cópia) E vocês ainda poderão contar com a minha humilde presença (falsa modéstia dói nos olhos ao ler) E vocês ainda contarão com esse chato de galochas (o pessoal daqui concordou com a denominação) por tempo indeterminado.

Só para me desculpar pelos desatinos cometidos, ouça My Mystake (não foi erro meu, não. Foi do Pholhas com ph e tudo, rs) Na certa vai gostar mesmo sem um DNA como o meu!

Pholhas - My Mystake


3 comentários:

Dri Viaro disse...

Passando pra conhecer o blog, e desejar um otimo feriado
bjs

aguardo sua visita :D

Comunidade Amigos de Verdade disse...

Mestre desculpe-nos por colocar esse post mas é nosso reconhecimento. Dá para colocar um comentário lá ou seria pedir muito, se quiser apagamos, modificamos, complementamos... O Senhor manda.

Blog da Belinha disse...

Copiei o blog ADV agora eu viro blogueira. Tomei gosto
beijos